Abraços

Exposição de Sitoe

9 Nov 18h00
Abraços

A exposição de pintura e desenhos de Sitoe intitulada, Abraços, simboliza as privações de um tempo em que as nossas vidas se desvaneceram, e em que assistimos à clausura de uma sociedade onde os contactos são efêmeros e proibidos.

De forma radical, ficamos a braços com uma nova realidade de critérios de confinamento, na qual os relacionamentos sociais e até familiares nos foram vedados. Atravessamos um deserto, vivendo, durante vários meses, a civilização do distanciamento .

Nas obras de Sitoe, as figuras, quase todas mulheres, cruzam-se em diversos universos e sentidos.

As silhuetas femininas sem rosto, saem da sua hibernação e refletem estados de alma interiores e a necessidade de regressar aos relacionamentos reais, através do movimento e do gesto onde se lembra a fertilidade, a maternidade, o amor, a sexualidade, tal como acontecia na pré-pandemia.

Ousarei dizer que, nas obras de Sitoe existe uma incomparável musicalidade de cor, uma interpretação sempre renovada num diálogo permanente com os outros, abrindo-se a partir do interior e desenvolvendo uma enorme pujança emocional.

Os corpos num abraço ao mesmo tempo próximo e distante, dão lugar a uma multiplicidade de posturas artísticas que se ligam à realidade social do quotidiano que vivemos, impregnado de privações e de distanciamento, questionando e admitindo a necessidade do regresso ao abraço de verdadeiro afecto.

Yolanda Couto